Devo roubar alguém namorada

[Sério, galera] - Eu estou só esperando o dia que minha casa vai ser invadida.

2015.12.01 08:39 mmxx_th [Sério, galera] - Eu estou só esperando o dia que minha casa vai ser invadida.

Moro num pequeno conjunto de kitnets numa região um pouco longe do centro. Ali na frente tem os portões das garagem, depois pra entrar em qualquer uma das kitnets tem uma porta de metal que dá acesso a uma pequena área de serviços(tanque de lavar roupa, varal) e depois outra porta de metal de dá acesso à cozinha/quarto.
São 8 kitnets ao todo, porém só 4 estão alugadas no momento, e uma coisa interessante a se notar, é que geralmente - mas nem sempre - nos fins de semanas nenhum de nós que moramos aqui, ficamos aqui. Somos todos de cidades vizinhas e tal, e geralmente vamos para a casa dos familiares.
Há duassemanas atrás eu resolvi ficar por aqui em casa no final de semana. Lá pelas 22:00 horas da sexta peço uma pizza e resolvo ficar assistindo Jéssica Jones a noite inteira. Depois de alguns episódios, lá pelas 02:00 da madrugada de sábado, escuto alguém batendo na porta de casa. Penso: o que caralhos aconteceu pra alguém estar batendo na porta de casa de madrugada? isso nunca acontece! Por uns segundos hesito em ir lá e abrir a porta, mas pensei que talvez fosse algum vizinho precisando de alguma coisa. Na dúvida, pego uma tesoura afiada, escondo na cintura dentro do shorts e vou lá abrir a porta.
Felizmente, realmente era só o meu vizinho e a namorada dele. Ambos desesperados e tremendo. Me contaram que eles saíram para ir num jantar com uns amigos lá pelas 19:30, e quando voltaram as 2:00 horas, notaram que haviam invadido a casa dele e levaram tudo de valor, inclusive instrumentos de trabalho dele. Como fizeram isso? Bom:
1 - Algum vizinho simplesmente esqueceu o portão da garagem aberto.
2 - Dobraram a porta de metal que dá acesso à área de serviços. Forçando ela da parte de baixo e empurrando para cima, até que metade dela estava completamente aberta.
3 - Também dobraram a porta de metal que leva à cozinha/quarto. E essa foi mais fácil ainda porque tem uma parte de vidro e ela é menos resistente.
Fizeram tudo sem que eu(o único que ficou aqui a noite toda) não notasse e não escutasse nenhum barulho. Detalhe: Essa kitnet invadida fica literalmente há cerca de 10 passos da minha.
Alguns minutos depois, a polícia chega para registrar o BO: foda né... isso é coisa de drogado fissurado na droga, eles entram em qualquer lugar mesmo. E não tem muito o que fazer pra achar esses caras não.
Os policiais vão embora, meus vizinhos decidem ir passar a noite em um hotel. E só nesse momento eu noto que eu ainda estava com tesoura escondida. lol
Mas enfim... no outro dia, sábado, lembro que tenho que ir pra faculdade. Com medo - talvez, exagerado - de que acontecesse o mesmo comigo, resolvo levar comigo quase todas as coisas de valor que tenho: R$500,00 reais pra pagar o aluguel na segunda, meu notebook e kindle. Infelizmente não tinha o mochila grande o suficiente pra levar meu X one e a TV, então durante a aula fico um pouco preocupado com o fato deles estarem sozinhos e vulneráveis aqui em casa durante quase o dia inteiro. Mas blz, lá pelas 16:00 horas minha aula termina, fico esperando o ônibus por míseras duas horas e lá pelas 18:00 estou em casa novamente. Felizmente, nenhuma porta arrombada e tudo no seu devido lugar.
Nos outros dias, fico um pouco mais calmo. Durante a semana tem mais gente aqui, então não fico com tanto medo de deixar minhas coisas sozinhas quando saiu.
Até que neste último domingo, assim que escureceu lá pelas 20:00horário de verão de merda, resolvo sair para correr um pouco. Volto depois de uns 50 minutos, e noto que mais abaixo na rua, em frente de um galpão abandonado, havia dois sujeitos um pouco estranhos me fitando enquanto entro em casa. Mas ok, abri o portão, entrei e fechei em questão de alguns segundos. Não houve nenhuma reação por parte deles. Porém depois de uns 5 minutos que eu já estava aqui dentro, minha campainha toca e eu vou lá na frente ver quem é. Conseguem adivinhar? Exatamente, os mesmo dois sujeitos que estavam me fitando quando eu estava entrando em casa.
Agora de mais perto, noto que eles realmente tem uma aparência muito suspeita. (Essa é a parte que vocês me chamam de preconceituoso, racista e etc, mesmo sem considerar que eu estou longe de ser branco/rico)
Um deles começa a me perguntar coisas enquanto o outro só observa. Com uma fala arrastada aquele começa a me falar algo como: quantas kitnets estão livres aí?, quais são?, quanto é?
Eu enrolo em todas as perguntas, só falo: você tem que ver isso com a imobiliária lá no centro, eu não tenho essas informações
E depois disso do nada ele mudou pra uma outra estória que me deixou um pouco - eufemismo para muito - preocupado, ele diz:
sabe o que que é, é que na verdade eu to procurando uma prima minha, o nome dela é Rafaela. Ela saiu de casa ontem e não voltou ainda, tá todo mundo preocupado. Ela disse que ia pra casa de umas amigas dela e eu acho que elas moram aí, não tem como tu abrir o portão aqui pra gente ver se acha ela não?
Problema 1: Ele não sabia o nome da amiga dela que em teoria morava aqui.
Problema 2: Não tem nenhuma mulher que mora aqui, e nunca morou. Eventualmente a namorada de alguém do pessoal passa a noite aqui, mas morar? Não.
Quando ele fala isso e eu noto que alguma coisa tá estranha pra caralho, eu só falo: não tem nenhuma mulher morando aqui não, e começo a me distanciar do portão e a entrar em casa novamente. Ele ainda grita: ei, peraí, não tem nenhuma casa que só mora mulher aí não, tem certeza?, respondo novamente: não, flw vlw e entro. Mas antes, ainda quando eu estava no campo de visão deles, eu pego meu celular do bolso e começo a fingir que estou discando um número qualquer e coloco no ouvido.
Pela janela eu consigo ver que os dois ficaram ali por uns 2 minutos ainda, conversando. E depois saíram ali da frente, talvez foram embora, talvez voltaram ali pra frente do galpão abandonado e continuaram olhando/espionando a casa.
Olha galerinha... pelo modo como ele tava se comportando, pela falta de sentido nas estórias dele e tal, eu tenha certeza que ele não estava com boas intenções. Eu pensei até em ligar pra polícia. Mas o que eu iria dizer? O que eles poderiam fazer? Nada.
Enfim... a ideia é: Alguém sabe que invadir essas kitnets aqui é coisa fácil. É possível notar que muitas vezes nos finais de semana ninguém fica aqui. Também é possível notar quais que estão alugadas e quais não estou observando a movimentação aqui durante a semana. Então, porra, tá fácil demais pra qualquer zé droguinha entrar aqui e tentar fazer uns moneis fácil fácil.
Alguns podem me chamar de paranóico - e estariam certos -, mas já faz alguns meses que eu venho notando a violência aumentando aqui no meu bairro e na cidade como um todo. Como por exemplo, traficantes armados sendo presos há duas quadras daqui, assaltos de bicicleta, celular e tal. Além de que parece que no meu círculo social(que nem é tão grande) sempre tem alguém contando que teve carro ou casa invadida recentemente. Então eu estou com medo disso, mesmo.
Nessa semana vou tentar me desfazer do meu xbox e TV, provavelmente mandar pra casa dos meus pais, que é numa cidade bem mais segura que esta aqui. Meu notebook e Kindle eu geralmente ando com eles na mochila sempre, então não ficam em casa. E só me resta torcer que não ser assaltado na rua daí enquanto estou voltando da faculdade de noite(apesar de que nesse casos eu já tomo algumas medidas de segurança e estilo de vida, por ex: andar fantasiado de mendigo com uma camiseta que era preto há 4 anos atrás e hoje é cinza de tão desbotada e uma calça rasgada).
E também me resta, torcer, e muito, para que quando - e se - minha casa for realmente invadida, eu não esteja aqui. Já que se dois zé droguinhas tentarem invadir isso aqui, mesmo que eles demorem uns 5 minutos para dobrar as portas, já é tempo suficiente pra eu me fuder legal antes da polícia chegar. Mesmo que eu pegue uma faca ou tesoura pra me defender, é bem provável que eu me foda mais ainda, já que eles provavelmente não invadem casas de mãos abanando.
O ideal seria uma arma pra me defender nesse caso. Um tiro através da porta é suficiente pra botar qualquer pra correr, mesmo que ele esteja armado também. Mas o Estado diz que eu não preciso de armas pra me defender porque nossa polícia é muito competente e está sempre aí para cuidar de mim. :)
E mesmo se por algum milagre eu conseguisse uma arma(registrada e tudo certo), num caso desses se eu atirasse no coleguinha tentando invadir a minha casa e me roubar, eu provavelmente iria preso em flagrante. Como já aconteceu alguns casos por aí.
Alguns daqui, nascidos aí na cidade grande, podem dizer que esse tipo de coisa é comum. Mas eu me recuso acreditar nisso. Me recuso até mesmo em acreditar que alguém pode ter a coragem de achar que eu devo considerar isso como algo comum. Não é comum, e pronto. E em todos os casos desse tipo que eu ver, vou continuar de revoltando e xingando muito no twitter.
Não sei como resolver esse problema a nível de Brasil. Mas estou pensando em comprar uns alarmes sonoros aqui pra casa. Vi alguns baratos no mercado livre. Como este aqui ou esse outro.
Mas não tenho certeza se isso vai me ajudar muito. Aceito sugestões para aumentar a segurança da minha casa e me deixar menos paranoico, obrigado.
edit: erros de digitação demais, to com sono e cansei de arurmar.
submitted by mmxx_th to brasil [link] [comments]